Marca do CRQ para impressão
Disponível em <https://crqsp.org.br/representantes-das-areas-de-toxicologia-e-avaliacao-de-risco-da-anvisa-visitam-cfq/>.
Acesso em 17/04/2024 às 06h31.

Áreas de toxicologia e avaliação de risco da Anvisa visitam CFQ

Áreas de toxicologia e avaliação de risco da Anvisa visitam CFQ

Propósito foi ampliar parceria de combate à desinformação em saneantes para outras áreas de atuação das duas entidades

3 de julho de 2023, às 8h53 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reuniram-se com dirigentes do Conselho Federal de Química dia 26/06 para discutir a ampliação do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Sistema CFQ/CRQs, pela própria Anvisa e entidades empresariais no que diz respeito ao combate à desinformação no uso de produtos químicos. Nas áreas de toxicologia, de pesticidas e outros produtos ligados à produção de alimentos, é comum a difusão de notícias e a circulação de informações errôneas e que induzem a população a questionar a segurança de produtos que contam com a chancela da Anvisa.

Representantes do CFQ e Anvisa negociam ampliação da parceria contra desinformação

A agência reguladora esteve representada por Carlos Alexandre Oliveira Gomes, da Gerência-Geral de Toxicologia, e Peter Rembischevski, da Gerência de Monitoramento e Avaliação do Risco.

Além do presidente José de Ribamar Oliveira Filho, o CFQ contou com as presenças dos integrantes do Comitê de Atuação Profissional (CAP) do CFQ, conselheiros federais Raquel Fiori, Rodrigo Moura, Ana Paula Sayd e Janaina de Castro Pereira. Antonio Lannes, assessor de Relações Institucionais e Governamentais, Werverton Borges, chefe gabinete, e Jordana Saldanha, chefe da Assessoria de Comunicação do CFQ também participaram do encontro.

Na reunião, os representantes da Anvisa demonstraram interesse no trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Sistema CFQ/CRQs no que diz respeito ao combate à desinformação. Nas áreas de toxicologia, de pesticidas e outros produtos ligados à produção de alimentos, é comum a difusão de notícias e a circulação de informações errôneas e que induzem a população a questionar a segurança de produtos que contam com a chancela da Anvisa.

“Estamos projetando uma parceria profícua, lidamos com a desinformação diariamente, principalmente no que se refere aos pesticidas. Precisamos de uma interação melhor com a mídia para que o entendimento incorreto não se propague. Sentimos que muitas vezes os espaços na mídia quando se refere a esses assuntos são ocupados por outras pessoas, não são ouvidos os especialistas”, afirmou Rembischevski.

Oliveira Filho, por sua vez, destacou que o trabalho desenvolvido no Sistema CFQ/CRQs no combate à desinformação é relevante, mencionando como exemplo a parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (ABIPLA) em torno do projeto Mistura Explosiva, Limpando conceitos, Clareando ideias, que visa educar a população para que não promova misturas caseiras de saneantes. “Temos desenvolvido um trabalho para a desmistificação da Química, esse é um dos propósitos dessa gestão. Vemos muitas informações equivocadas por aí e não podemos aceitar que uma mentira dita mil vezes se transforme em verdade”, afirmou.

A coordenadora do CAP, conselheira Raquel Fiori, afirmou que a parceria reforça o intuito do CFQ em defesa da sociedade.

“As parcerias para desenvolvimento e ampliação do acesso à informação sem erros e desvios é um exercício do direito à liberdade de expressão que o CFQ vem colocando à disposição da sociedade como uma prática inovadora. É de conhecimento geral que no pós pandemia acabou-se por disseminar muitas não conformidades em determinados assuntos. Portanto, este trabalho em conjunto com um órgão tão imprescindível ao país como é a Anvisa evidencia o caráter central do exercício da cidadania para o nosso Conselho”, disse.

Com informações do Conselho Federal de Química

Compartilhar