Marca do CRQ para impressão
Disponível em <https://crqsp.org.br/ato-na-alesp-comemorou-o-dia-do-profissional-da-quimica/>.
Acesso em 20/07/2024 às 14h57.

Ato na Alesp comemorou o Dia do Profissional da Química

Ato na Alesp comemorou o Dia do Profissional da Química

Evento incluiu assinatura de convênio e entrega de prêmios a profissionais e estudantes.

24 de junho de 2024, às 13h59 - Tempo de leitura aproximado: 9 minutos

Hans Viertler, presidente do CRQ-IV/SP, e Ítalo Cardoso, assessor parlamentar do deputado Luiz Fernando Teixeira (PT)

 

Na última sexta-feira, 21, um ato solene realizado no Auditório Paulo Kobayashi da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) celebrou o Dia do Profissional da Química, que é oficialmente comemorado em 18 de junho, data em que foi promulgada a Lei 2.800/56. O evento reuniu mais de 150 convidados, entre profissionais, estudantes, familiares, representantes de entidades acadêmicas e empresariais ligadas ao setor químico.

A abertura do ato solene foi feita por Ítalo Cardoso, assessor parlamentar do deputado Luiz Fernando Teixeira (PT), que viabilizou junto à direção da Alesp a cessão do espaço para a realização do evento. Devido a compromissos da agenda política, o deputado não pôde comparecer à cerimônia.

Em sua fala, o assessor lembrou que há 40 anos atuou em uma empresa da área Química e por isso disse conhecer de perto a importância do setor para o desenvolvimento do País. Cardoso ressaltou ainda o comprometimento do deputado com a categoria, parabenizou os profissionais pela data e desejou sucesso.

O presidente do CRQ-IV/SP, Hans Viertler, afirmou que a entidade continua atuando com ênfase na valorização da Química e dos seus profissionais. Ele ressaltou a apresentação da 3ª edição da Agenda Legislativa, lançada em maio deste ano, que se destina a monitorar o andamento dos projetos de lei de interesse do setor, servindo de guia na interlocução do Sistema CFQ/CRQs com os deputados e senadores. Viertler destacou ainda a relevância das redes sociais como meio de levar conhecimento ao público, citou o recorde de 25 mil seguidores no canal de YouTube do Conselho e o crescente interesse dos profissionais e estudantes pelos cursos e palestras promovidos pela entidade.

O presidente encerrou o seu discurso torcendo pela valorização da Química. “Espero que tenhamos uma grande confraternização esta noite e que a Química saia valorizada mais uma vez, no presente, pela alta qualificação de professores, pesquisadores e profissionais que atuam diariamente nas empresas, universidades e centros de pesquisa, e no futuro, pelo talento e esforço dos jovens ganhadores dos prêmios que receberão no decorrer desta cerimônia”, disse.

Andrea Mariano, gerente de Fiscalização do CRQ-IV/SP

Em seguida, a Engenheira Química Andrea Mariano, chefe da Gerência de Fiscalização do CRQ-IV/SP, apresentou uma série de ações implementadas pelo Conselho no último ano visando defender a sociedade, divulgar a Química, fortalecer o Sistema CFQ/CRQs, promover a transformação digital e fortalecer os processos internos.

Entre essas iniciativas, ela destacou a reformulação da Bolsa de Empregos do CRQ-IV/SP, que já está em funcionamento. O serviço é totalmente gratuito e busca facilitar o contato entre profissionais, estudantes e empresas da área química interessados em oferecer e contratar mão de obra especializada ou em formação.

Além de apresentar dados da fiscalização, dos cursos e eventos promovidos pelo Conselho, a gerente também ressaltou o trabalho desenvolvido pelas Comissões Técnicas, em especial as de Ensino Superior, Saneantes e Divulgação, que estão completando duas décadas de atividade. Em agradecimento, também foram homenageados com a entrega de uma placa de honra ao mérito os profissionais que integram essas Comissões desde a sua criação. Foram eles: Jefferson Guilherme Nascimento Santos, Luciana de Oliveira Lellis, Márcia Guekezian, Maria Aparecida Carvalho de Medeiros, Sílvio Miranda Prada, Miguel Antônio Sinkunas. Aqueles que não puderam comparecer receberão a placa posteriormente.

Jefferson Guilherme Santos  e Aislan Balza, coordenador das Comissões Técnicas
Sílvio Miranda Prada e Patrícia Orii, coordenadora das Comissões Técnicas
Maria Aparecida Carvalho de Medeiros e Patrícia Orii
Márcia Guekezian e Patrícia Orii, coordenadora das Comissões Técnicas

Na sequência, foi a vez de premiar os participantes mais bem classificados na Olimpíada de Química de São Paulo, realizada pela Associação Brasileira de Química – Seção Paulista (ABQ-SP). O professor Mauro Bertotti, presidente da entidade, apresentou um breve balanço da competição, encerrada no dia 8 de junho.

O professor Fernando Silva Lopes, coordenador da OQSP, fez a entrega dos Prêmios Destaques, destinados a alunos de escolas públicas. Orientada pelo professor Fábio Rizzo, a estudante Beatriz Vieira da Costa, da Etec Irmã Agostina, da Capital, ficou em primeiro lugar entre os competidores da 2ª série do Ensino Médio. Já o primeiro lugar entre os concorrentes de escolas públicas que estão cursando a 3ª série do Ensino Médio foi conquistado por Hugo Gomes Soares, do Cotuca – Colégio Técnico de Campinas, que foi orientado pela professora Ana Paula de Lima. Além da placa de honra ao mérito, os estudantes e seus orientadores receberam R$ 600,00 reais.

Hugo Soares, Ana Paula de Lima e Fernando Lopes
Beatriz Vieira da Costa, Fernando Lopes e Fábio Rizzo

O primeiro colocado da 2ª série e anteriores foi o estudante Daniel Suda Hatushikano, do Colégio Etapa, de Valinhos, que foi agraciado com o Prêmio Professor Geraldo Vicentin. Presidente por várias décadas no Instituto de Química da Universidade de São Paulo, Vicentini também foi vice-presidente do CRQ-IV/SP. Hatushikano não pôde comparecer ao evento, por isso foi representado por seu orientador, o professor Victor Chiva Paiva.

Lucas Nogueira Loes , vencedor do Prêmio Ivano Gutz, e professor Bertotti
Victor Chiva Paiva  e o professor Mauro Bertotti, presidente da ABQ-SP

Já o Prêmio Ivano Gutz foi concedido ao aluno Lucas Nogueira Loes, também do Colégio Etapa, de Valinhos, e orientado pelo professor Victor Chiva Paiva. Loes classificou-se em primeiro lugar entre os competidores da 3ª série do Ensino Médio. Ainda lecionando no IQ-USP, o professor Ivano Gutz foi quem iniciou o projeto da Olimpíada de Química, em 1997, e a coordenou até 2020. Os prêmios foram entregues por Mauro Bertotti. Além da medalha de ouro, os alunos receberam R$ 1.200,00 reais.

A parte final da cerimônia foi reservada à entrega do Prêmio CRQ-IV. O ganhador de cada modalidade recebeu um certificado e a importância de R$ 6 mil. Seu orientador também ganhou um certificado e R$ 4 mil. A escola de origem dos vencedores recebeu um certificado. Dos prêmios em dinheiro foram  descontados os impostos pertinentes.

O presidente Hans Viertler realizou a entrega do prêmio à equipe do Cetec – Centro Educacional e Técnico de Araraquara, que participou pela primeira vez do concurso, e foi vencedora na modalidade Química de Nível Médio. Orientados pelas professoras Daniela Vassalo Pereira e Patrícia Roberta Dametto Levada, os alunos Paulo Cláudio Claudino Júnior e Vitor Guilherme Domingues desenvolveram a pesquisa “Síntese de filmes como alternativa sustentável para aplicação de embalagem ativa antimicrobiana em frutos”. O Cetec esteve representada por sua diretora, a professora Aline Helena de Pauli e Silva. 

 

Equipe do CetecCentro Educacional e Técnico de Araraquara conquistou o Prêmio CRQ-IV, modalidade Química de Nível Médio. Da esquerda para a direita, as orientadoras  Daniela Pereira , Patrícia Dametto Levada, o presidente Hans Viertler, os alunos  Victor Domingues,  Paulo Claudino Jrº e a professora  Aline de Pauli e Silva, diretora do Cetec 

 

O prêmio na categoria Química de Nível Superior foi concedido à aluna Laura Barros Silva, do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que desenvolveu a pesquisa “Síntese, caracterização e avaliação de antivirais de novos complexos de Pd(II) com aminoadamantanos contra arboviroses” com a orientação do professor Pedro Paulo Corbi. Esta foi a segunda vez que o professor recebeu a premiação. O Químico Industrial David Minatelli, segundo secretário do Conselho, fez a entrega do prêmio aos vencedores. A Unicamp esteve representada por Daniela Zanchet, diretora associada do IQ-Unicamp.

 

Daniela Zanchet, diretora associada do IQ-Unicamp, Pedro Paulo Corbi, orientador, David Minatelli, segundo secretário do CRQ-IV, e Laura Barros Silva, aluna premiada na modalidade Química de Nível Superior

 

Por fim, na categoria Engenharia da área Química, a estudante Mariana Pontes Vieira, do Centro Universitário da FEI, e sua orientadora, a professora Andreia de Araújo Morandim Gianetti, foram premiadas pelo trabalho ““Biossensores enzimáticos e aplicação na quantificação de compostos fenólicos em fluídos corporais sintéticos”. O prêmio foi entregue pelo Engenheiro Químico Lauro Pereira Dias, primeiro secretário do Conselho. A FEI esteve representada pelo reitor Vagner Bernal Barbeta.

 

Grupo do Centro Universitário FEI foi vencedor da categoria Engenharia  Química.  Da esquerda para a direita, a orientadora Andreia M. Giannetti, Lauro Pereira Dias, primeiro secretário do Conselho, a aluna Mariana Pontes Vieira, e o reitor da FEI,  Vagner Bernal Barbeta

 

Clique aqui para ver e baixar mais fotos da cerimônia.

 

Conselho e Alesp firmam convênio

 

Antes do início da sessão solene que comemorou o Dia do Profissional da Química, o presidente Hans Viertler assinou um convênio com a Assembleia Legislativa de São Paulo. Com validade de cinco anos, a iniciativa estabelece uma parceria voltada ao desenvolvimento de ações educacionais, de pesquisa e de capacitação para a disseminação de políticas públicas ligadas à promoção da saúde, bem-estar e outros temas correlatos.

A Alesp foi representada por Caroline Gomes, do Instituto do Legislativo Paulista (ILP), braço da entidade responsável pela promoção de cursos, palestras e seminários gratuitos à população. “Essa parceria com o CRQ foi pensada para discutir políticas relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas. Especificamente, o ODS-3, de saúde e bem-estar, e o ODS-12, de consumo e produção responsáveis. Será uma parceria muito importante e vai auxiliar a população, os cidadãos e, até mesmo, o público interno da Alesp”, comentou a representante do (ILP)

No acordo, o CRQ-IV/SP irá contribuir propondo temas para debate e fornecendo profissionais e especialistas que divulgarão, na Alesp, seus conhecimentos e pesquisas.

“Temos tudo para ter uma química forte. Queremos colocar na cabeça das pessoas que a química é a coisa mais importante que existe. Sem ela não tem vida; é fundamental. Então, essa parceria é mais uma forma de a Assembleia reconhecer a importância que nós temos”, afirmou o presidente Hans Viertler. Clique aqui para ver a entrevista veiculada pela TV Alesp.

A íntegra do convênio será publicada nos próximos dias no Portal da Transparência do Conselho.

Compartilhar