Marca do CRQ para impressão
Disponível em <https://crqsp.org.br/frente-debate-sustentabilidade-na-industria-quimica-brasileira/>.
Acesso em 24/05/2024 às 13h17.

Frente debate sustentabilidade na indústria química brasileira

Frente debate sustentabilidade na indústria química brasileira

Café da manhã reuniu representantes da indústria, Sistema CFQ/CRQs e parlamentares

15 de abril de 2024, às 8h28 - Tempo de leitura aproximado: 2 minutos

 

A Frente Parlamentar da Química (FPQuímica) promoveu um café da manhã, na última quarta-feira (10), no Auditório Freitas Nobre da Câmara dos Deputados, em Brasília, para discutir o armazenamento de substâncias químicas, insumos farmacêuticos ativos, mercado de carbono, hidrogênio sustentável, e o papel do Profissional da Química no cenário completo.

Na abertura do evento, o deputado Afonso Motta (PDT), presidente da FPQuímica, enfatizou a importância da união entre as entidades que compõem o Instituto Nacional do Desenvolvimento da Química (IdQ), para o avanço do setor químico nacional. “É uma grande satisfação promover este debate mais uma vez. Nossa frente parlamentar, em conjunto com as representações da Química brasileira compreende profundamente o papel estratégico que desempenhamos, e nos orgulhamos”, agradeceu.

A presidente do IdQ, Juliana Marra, ressaltou a importância da colaboração entre as entidades presentes e o papel que cada uma desempenha na Química e na sociedade. “Somos um grupo que representa toda a cadeia Química, então, desde a extração, tem a produção da matéria-prima, nós temos embalagens, que movimentam toda essa cadeia e contam com a participação do Profissional da Química”, destacou.

Regulamentação – Durante o evento, também foi abordado o Projeto de Lei 6120/2019, que prevê a criação do Inventário Nacional de Substâncias Químicas em tramitação no Congresso.

Neste contexto, o presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), André Passos, apresentou um panorama das últimas conquistas na Câmara relacionadas à Química, destacando os avanços no âmbito regulatório. “Agora, temos um ambiente regulatório estável e bem gerido para lidar com substâncias químicas. Um exemplo notável desse progresso é o fato de que o projeto de lei passou sem nenhuma emenda, algo quase milagroso no Congresso Nacional. Por isso, esperamos obter o mesmo resultado em nível federal”, ressaltou.

O presidente do Conselho Federal de Química (CFQ), José de Ribamar de Oliveira Filho, também esteve presente na reunião e refletiu sobre a relevância do tema para a indústria e para os Profissionais da Química, enfatizando o papel do Sistema CFQ/CRQs em toda a área. “Eventos como este são importantes para integrar e fortalecer nosso setor, que é fundamental para a indústria química e para os nossos profissionais”, afirmou.

Clique aqui  para outros detalhes.

Com informações do Conselho Federal de Química

 

Compartilhar