Marca do CRQ para impressão
Disponível em <https://crqsp.org.br/cfq-e-abipla-realizam-workshop-sobre-os-riscos-da-mistura-de-produtos-de-limpeza/>.
Acesso em 04/12/2023 às 04h11.

CFQ e Abipla realizam workshop sobre os riscos da mistura de produtos de limpeza

CFQ e Abipla realizam workshop sobre os riscos da mistura de produtos de limpeza

13 de dezembro de 2022, às 11h58 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

O Conselho Federal de Química (CFQ) e a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes (Abipla) realizaram hoje, na sede do CRQ-IV/SP, o workshop “Limpando conceitos, clareando ideias”. Jornalistas e representantes de empresas foram convidados para saber mais sobre o uso correto dos produtos de limpeza e os riscos oferecidos pelas famosas misturas caseiras. A primeira edição do workshop foi realizada em setembro, na sede do CFQ, em Brasília. A iniciativa é fruto da parceria firmada entre CFQ e Abipla para dissipar fake news sobre o assunto.

A presidente da Abipla, Juliana Marra, deu início ao evento falando sobre o jogo de tabuleiro “Mistura Explosiva”, desenvolvido pelas entidades. “Essa foi uma forma lúdica de falar sobre um assunto sério”, disse. O objetivo do jogo é “avançar casas” mediante os pontos obtidos por um par de dados. No caminho, as cartas oferecem informações sobre os riscos das misturas domésticas de produtos de limpeza.

A presidente da Abipla, Juliana Marra

Ela e o diretor executivo da Abipla, Paulo Engler, também apresentaram dados e ressaltaram o bom desempenho do setor de limpeza, que apresenta crescimento superior ao setor industrial e ao Produto Interno Bruto (PIB). Para 2023, é esperado um aumento de produção de ao menos 2%. “Acreditamos que o mercado volte a crescer. Após a pandemia, retornamos ao ciclo de produção e lançamento de novos produtos”, afirmou Engler.

Em seguida, o Conselheiro Federal Ubiracir Lima tratou sobre a legislação que regula o mercado de saneantes e a atuação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), enfatizando os perigos dos produtos produzidos e comercializados de forma clandestina, sem a participação de um Profissional da Química e sem o aval da Anvisa. Ele lembrou ainda a importância de seguir as instruções de uso contidas nos rótulos dos produtos. “Um profissional é habilitado para testar e pesquisar a combinação de substâncias químicas diferentes, o risco é controlado”, disse.

Os convidados jogaram o “Mistura Explosiva” em tamanho real

O Conselheiro Federal Jonas Comin, por sua vez, falou sobre a importância da atuação do Sistema CFQ/CRQs e destacou ações realizadas nos últimos anos, na imprensa e nos canais de comunicação do Sistema, para combater a desinformação. O conselheiro lembrou a importância da atuação dos Profissionais da Química em todos os setores da sociedade. “Eu tenho água tratada porque tem um Profissional da Química; tenho efluente tratado porque tem um Profissional da Química tratando o efluente. A reciclagem é um processo químico”, disse.

Ao final das palestras, a chefe da assessoria de comunicação do CFQ, Jordana Saldanha, disse que o encontro foi um momento de aproximação com a imprensa, empresas e entidades do setor. “Nós estamos à disposição para combater a desinformação e para levar a boa informação à sociedade”, frisou.

Após uma rodada de perguntas, o workshop foi concluído com um momento lúdico: uma versão em tamanho real do jogo “Mistura Explosiva” aguardava os convidados.

Participaram do encontro jornalistas da Record TV e da Rede TV, representantes da Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas, representantes das indústrias Unilever e Ype, e os presidentes dos CRQs do Rio de Janeiro, Rafael Almada, da Paraíba, Raquel Lima, e de Minas Gerais, Wagner Pederzolli, que já se encontravam em São Paulo desde a segunda-feira para participar do Encontro Nacional da Indústria Química. Para difundir ainda mais os conhecimentos, todos ganharam um exemplar do jogo “Mistura Explosiva”.

 

Compartilhar