Marca do CRQ para impressão
Disponível em <https://crqsp.org.br/anunciados-os-ganhadores-do-nobel-de-quimica/>.
Acesso em 18/05/2024 às 19h10.

Anunciados os ganhadores do Nobel de Química de 2023

Anunciados os ganhadores do Nobel de Química de 2023

Cientistas desenvolveram pesquisas sobre descoberta e uso de pontos quânticos e sua aplicação na nanotecnologia

4 de outubro de 2023, às 10h38 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

 

O francês Moungi Bawendi, o americano Louis Brus e o russo Alexei Ekimov foram anunciados hoje vencedores do Prêmio Nobel de Química em 2023 por suas pesquisas sobre as nanopartículas.

O prêmio foi concedido aos cientistas pela descoberta e pelo desenvolvimento de pontos quânticos, nanopartículas tão pequenas que o seu tamanho determina as suas propriedades. Esses menores componentes da nanotecnologia agora espalham sua luz a partir de televisores e lâmpadas LED. A tecnologia também é usada na medicina para remoção de tecido tumoral, entre outras aplicações.

“Os pontos quânticos têm muitas propriedades fascinantes e incomuns. É importante ressaltar que eles têm cores diferentes dependendo do tamanho”, afirma Johan Åqvist, presidente do Comitê do Nobel de Química.

Os cientistas sabiam há muito tempo que, em teoria, efeitos quânticos dependentes do tamanho poderiam surgir em nanopartículas, mas naquela época era quase impossível esculpir em nanodimensões. Portanto, poucas pessoas acreditavam que esse conhecimento seria colocado em prática.

No entanto, no início da década de 1980, Alexei Ekimov conseguiu criar efeitos quânticos dependentes do tamanho em vidro colorido. A cor veio de nanopartículas de cloreto de cobre e Ekimov demonstrou que o tamanho das partículas afetava a cor do vidro por meio de efeitos quânticos.

Alguns anos depois, Louis Brus foi o primeiro cientista do mundo a provar efeitos quânticos dependentes do tamanho em partículas flutuando livremente num fluido.

Em 1993, Moungi Bawendi revolucionou a produção química de pontos quânticos, resultando em partículas quase perfeitas. Essa alta qualidade era necessária para que pudessem ser utilizados nas aplicações.

Talvez o mais cobiçado no meio acadêmico, o Nobel garantiu aos vencedores , além do reconhecimento, o valor de 11 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 5 milhões), que serão divididos entre os três.

 

Fonte: https://www.nobelprize.org/prizes/chemistry/2023/press-release/

 

Compartilhar